Dicas de Passeios

Um paraíso tropical para suas férias


Para ver fotos das nossas opções de hospedagem clique nos links abaixo


Ubatuba Chalés
RESERVAS com Fernando:

[email protected]

[email protected]

Skype: ubatubachales

Fones: 12 - 3843-2505 - 3843-1704
Cel.: 12 - (VIVO) 99652-5511
(CLARO) 99204-7782

PRAIA DA LAGOINHA DICAS DE PASSEIOS

Praia da Lagoinha
A Praia da Lagoinha tem aproximadamente 3Km de extensão, e junto com as praias do Sapê e Maranduba forma a maior faixa contínua de praia de Ubatuba, totalizando 7 Km. A areia é bem compactada e as águas calmas, sendo indicada para banho e esportes náuticos. Passeios de barco saem da foz do Rio Lagoinha (lado direito) para as ilhas e a praia Grande do Bonete. Da praia da Lagoinha podemos ver a ilha do Pontal, da Maranduba, a Praia do Pulso, Caçandoca e o Saco das Bananas, reduto Quilombola. Do lado esquerdo temos acesso à trilha que segue para as praias do Oeste, Peres, Bonete e Grande do Bonete.

Praia do Bonete
PRAIA DO BONETE:
O acesso é feito por barco a partir do canto esquerdo da praia da Lagoinha ou trilha saindo do mesmo local e passando pelas praias do Oeste e Peres. Praia selvagem com mar de tombo e sombreada por abricós, com bar caiçara. No lado esquerdo acesso para praia Grande do Bonete.

Praia Grande do Bonete
PRAIA GRANDE DO BONETE:
Praia de tombo com 2 Km de extensão, abriga um vilarejo de pescadores com algumas casas de veraneio, conta com bares e restaurantes rústicos. Avista-se a Ilha do Mar Virado, sítio arqueológico onde foram descobertos vestígios de uma civilização de 2000 anos atrás. No seu canto esquerdo o acesso para as belas praias do Deserto, Cedro e Fortaleza.

Praia da Caçandoca
PRAIA DA CAÇANDOCA:
Acesso a partir da Br-101 na altura do Km 77 seguir por estrada de terra por 6 Km, ou por trilha de nível fácil partindo da praia do Pulso. A praia da Fazenda da Caçandoca está localizada dentro de uma área reconhecida como o primeiro Quilombo do Litoral Norte, que se estende da praia da Lagoa até a praia do Pulso.Ao chegar podemos ver um enorme pasto que faz limite com a areia, alguns animais completam o ambiente típico da antiga fazenda. Bela praia na Enseada do Mar Virado, com areias brancas, árvores centenárias e amendoeiras. Do seu lado esquerdo o Canto Bravo com ondas no meio as águas são mais tranqüilas para nadar e passeios de banana. No lado direito um riacho cristalino e o início da trilha histórica para praia da Caçandoquinha, que dá acesso a beleza selvagem das praias: da Raposa, do Saco das Bananas, do Frade ou Simão e Lagoa. Na praia tem um bar rústico.

Praia da Lagoinha
PRAIA DA LAGOINHA:
Estrutura:
A Lagoinha possui uma boa rede de hospedagem, com hotéis, pousadas, chalés, flats e camping, além de casas de veraneio. A boa infraestrutura comercial se deve pela vizinhança com o centro da Maranduba: é fácil o acesso a inúmeros restaurantes, lojas, farmácias, postos de gasolina, bancas de jornal, etc.

Ruínas da Lagoinha
RUÍNAS DA LAGOINHA:
Quem chega à Praia da Lagoinha pela Rio Santos no sentido Caraguá-Ubatuba vai notar uma placa no final da praia, indicando as Ruínas da Lagoinha. Entrando à esquerda, pega-se uma estrada e a cerca de 500 metros estará numa das muitas atrações de Ubatuba. Ali funcionava a Fazenda Bom Retiro, que em meados do século XVII possuía extensa cultura cafeeira, produção de aguardente de cana de açúcar e açúcar mascavo. Especula-se que na época a fazenda utilizava-se de mão de obra escrava. É um local onde se respira a história colonial do país, e com um pequeno esforço de imaginação pode-se viajar a épocas passadas e imaginar feitores e escravos na lida diária. Imensos paredões de pedra, restos de uma roda d'água e uma imensa pedra de granito de 16 metros de diâmetro compõe este fantástico cenário. Uma pequena amostra deste bom passeio histórico cultural, que deve fazer parte do Roteiro de quem deseja conhecer Ubatuba.

Cachoeira da renata
CACHOEIRA DA RENATA:
Em frente à Praia da Maranduba, na região sul de Ubatuba, existe uma pequena estrada que passa pelo bairro do Sertão da Quina e que dá acesso a esta magnífica cachoeira. Situada em uma região de proteção ambiental, é cercada pela mata e proporciona momentos de intenso prazer. Dela saem trilhas para outras cachoeiras como Poço Azul e Água Branca, mas só devem ser seguidas com a companhia de guias especializados – procure por agências ou receptivos que tenham roteiros para este tipo de atividade, é muito mais seguro. Na Cachoeira da Renata encontra-se o maior e mais fundo poço da localidade. Possui uma pedra de cerca de cinco metros de altura excelente para saltos, mas que só devem ser tentados por quem já conheça bem o local ou tenha boa experiência com mergulhos. Abaixo desta pedra existe uma menor, mais segura para mergulhos iniciantes. Uma das pedras serve como escorregador, e é possível descer de boia até o poço.

Cachoeira da Água Branca
CACHOEIRA DA ÁGUA BRANCA:
O rio Água Branca revela em seu percurso inúmeras cachoeiras, mas a maior delas é a imponente Cachoeira da Água Branca, com cerca de 200m de caída de água pura e cristalina. A maior cachoeira da região proporciona um espetáculo magnífico em meio à exuberância da Mata Atlântica. Situa-se nos domínios do Parque Estadual da Serra do Mar em Ubatuba. O acesso é somente por trilha, que só pode ser realizada com a presença de monitores profissionais e credenciados pelo Parque, para sua maior segurança. Procure por agências ou receptivos que tenham roteiros para este tipo de atividade, é muito mais seguro e você terá uma das aventuras mais incríveis junto à natureza. A trilha tem cerca de 9 km e é realizada aproximadamente 9 horas de caminhada (ida e volta). A saída normalmente é feita da conhecida Cachoeira Renata, sendo que o acesso a esta é em frente à Praia da Maranduba, na região sul de Ubatuba, onde existe uma pequena estrada que passa pelo bairro do Sertão da Quina e que dá acesso à Renata. É um caminho íngreme e longo, que deve ser feito com roupas, calçados e equipamento apropriados, além de suprimentos de alimentação e para pronto-socorro e do uso de protetores solares e repelentes de insetos.

Algumas recomendações:
- Alimentação: Lanche, água, chocolate, frutas etc.
- Vestuário: Bermuda, calçado apropriado, camiseta e boné.
Acessórios e Equipamentos: Repelente de insetos, protetor ou bloqueador solar, óculos de sol, máquina fotográfica e mochila.

Ilha do Mar Virado
ILHA DO MAR VIRADO:
A Ilha do Mar Virado em Ubatuba faz parte de um conjunto de ilhas, Ilhotes e lagos do litoral paulista onde predominam as rochas magmáticas e graníticas, caracterizando-se como uma das dezenas de ilhas continentais. Hoje a Ilha é muito conhecida por seus pontos de mergulho. Neste quesito se assemelha bastante com a Ilha Anchieta em termos características para mergulho e de fauna e flora. Veja alguns detalhes:
Pontos de mergulho: Parcel de dentro, Ponta da Arraia, Ponta Sul, Saco Sueste e Ilhote de fora
Profundidade média: Varia entre 4 metros e 15 metros.
Visibilidade média: Varia entre 3 metros e 15 metros.
Temperatura média da água: Varia entre 20ºC e 28ºC.
Fauna marinha: Arraias, corais, robalos, miriquites, garoupas.
Na Ilha do Mar Virado encontra-se também um importante sítio arqueológico que vem sendo pesquisado por técnicos do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP desde o início da década de 90. Já foram encontrados mais de 80 esqueletos humanos e 216 artefatos, entre utensílios e ferramentas.

Ilha Anchieta
ILHA ANCHIETA:
Para visitar a Ilha Anchieta o turista tem como principal opção o transporte por escuna. No Saco da Ribeira e na Praia da Enseada existem diversas empresas que fazem os passeios de escuna para a Ilha Anchieta.

Empresas que fazem Passeios de Escuna para a Ilha Anchieta:
http://www.ubatubatrip.com.br/servicos.asp?subcod=82
Píer do Saco da Ribeira:
http://www.ubatubatrip.com.br/praias/sacodaribeira/

Roteiros dos Passeios de Escuna:
http://www.ubatubatrip.com.br/passeiodeescuna/

Normas para visitação:
Nunca devemos esquecer que o meio ambiente da a Ilha é preservada por leis estaduais e pelo Parque Estadual da Ilha Anchieta. Para fazer um bom passeio, algumas observações importantes:
- Tanto a Pesca como a Caça são proibidas na Ilha Anchieta;
- Ao fazer as trilhas ou frequentar as praias, tenha em mente as regras básicas de proteção do meio ambiente: não deixe lixo nos locais, não interfira com plantas e animais da Ilha;
- Para uma visitação segura e proveitosa, procure sempre monitores especializados, especialmente para as trilhas, que só podem ser feitas com acompanhamento de monitores credenciados, encontrados na própria Ilha.

Sede Administrativa:
Dias e horário de funcionamento: Diariamente das 9h às 18h. Exceto às quartas-feiras.
Telefones para informação: (12) 3832-9059 e (12) 3832-1397
E-mail: [email protected]
Visitação:
Dias e horário de funcionamento: de segunda-feira a sexta-feira das 9 às 16h.
Fechado às quartas-feiras para manutenção

Projeto TAMAR
Promovendo a integração do Homem com o Meio Ambiente
Projeto Tartarugas Marinhas - TAMAR foi criado em 1980 para proteger da extinção as cinco espécies de tartarugas que utilizam o litoral brasileiro para se alimentar e se reproduzir.
Desde 1991, o TAMAR vem atuando em Ubatuba, Litoral Norte de São Paulo, desenvolvendo o programa de proteção das espécies em áreas de alimentação, com atividades voltadas à educação ambiental, pesquisa científica e ações sociais e comunitárias envolvendo os moradores locais.
Com o apoio voluntário dos pescadores já foram salvas e marcadas mais de 5 mil tartarugas marinhas presas em redes de pesca.
A Base do Tamar conta com um Centro de Visitantes onde estão expostos em tanques e aquários exemplares vivos de quatro espécies de tartarugas marinhas, réplicas e silhuetas em tamanho natural, painéis fotográficos bilíngue português /inglês, museu com peças biológicas, auditório para exibição de vídeos educativos, sala de recreação infantil, loja de souvenires, lanchonete e tendo como destaque o aquário com praia artificial e visor panorâmico, onde o visitante pode observar as tartarugas submersas.

Projeto TAMAR
Tem mais sete tanques de observação e dois terrários com tartarugas terrestres e de água doce.
Os visitantes são atendidos por monitores especialmente treinados e prontos a prestar informações sobre o TAMAR e as tartarugas marinhas.

Dom. à qui. - 10h às 18h; sex., sáb., feriados e férias escolares - 10 às 20 horas.
Durante o período letivo fecha às quartas-feiras para manutenção.

Aproveite as dicas de passeios e divirta-se!

Ubatuba Chalés
RESERVAS com Fernando:

[email protected]

[email protected]

Skype: ubatubachales

Fones: 12 - 3843-2505 - 3843-1704
Cel.: 12 - (VIVO) 99652-5511
(CLARO) 99204-7782